Primeiro caminhão de lixo movido a GNV do Brasil tem transmissão automática Allison

A Iveco está apresentando o Tector GNV com transmissão automática Allison, primeiro caminhão de lixo movido a gás natural do Brasil. O veículo está equipado com uma transmissão totalmente automática Allison da série 3000

SÃO PAULO, Brasil – Com a crescente difusão da utilização das transmissões automáticas nos caminhões destinados à coleta de lixo, a Iveco desenvolveu um veículo que combina as vantagens do gás natural com a mobilidade, confiabilidade e eficiência das transmissões totalmente automáticas Allison. O Tector GNV automático será testado em Porto Alegre (RS), pela Companhia de Gás do Estado – Sulgás, e pelo Departamento Municipal de Limpeza Urbana – DMLU. Segundo o fabricante, a iniciativa faz parte de um projeto de desenvolvimento do mercado de gás natural veicular para veículos pesados, promovido pela Iveco, Sulgás, Revita Engenharia Ambiental e DMLU.

Uma unidade do novo caminhão está em exposição na 21ª Edição do Congresso SAE BRASIL, que está sendo realizado em São Paulo no Centro de Convenções do Expo Center Norte. Trata-se de um modelo Tector 170E20G AT, equipado com transmissão Allison da Série 3000 que, segundo a Iveco, será utilizado para a coleta de lixo em uma parceria firmada entre a Iveco, a Comgás e a Vega Ambiental, ambas de São Paulo.

A experiência da Allison Transmission no mercado de veículos para coleta de resíduos é extensa e presente em vários países da América do Sul, Europa e Estados Unidos. Análises desta aplicação demonstram que o uso das transmissões automáticas reduzem os custos de manutenção do veículo. Esse tipo de transmissão evita abusos nos componentes do trem-de-força, resultando numa maior disponibilidade de operação do caminhão. Também oferece segurança e bem estar para o motorista, que deixa de fazer milhares trocas de marchas por turno de trabalho, além de proporcionar uma operação mais silenciosa.

Apesar de esta ser a primeira iniciativa de combinação de uma transmissão automática Allison com veículos movidos a gás natural veicular no Brasil, a empresa tem um longo histórico global de estar presente em veículos “limpos”. Hoje, em âmbito mundial, frotistas vêm adquirindo caminhões e ônibus movidos a GNV para o transporte público, serviços ambientais, distribuição e construção, o que vai ao encontro da crescente demanda global por um trem de força com soluções mais acessíveis, limpas e eficientes.

Uma das principais vantagens das transmissões totalmente automáticas para os veículos movidos a GNV é o fato de serem equipadas com conversor de torque. Essa tecnologia multiplica o torque do motor e a potência que chega às rodas melhorando as arrancadas e a retomada de velocidade, imprescindíveis para veículos que são movidos por combustíveis alternativos com menor eficiência energética. Portanto, a escolha de uma transmissão automática para veículos movidos a GNV é uma atitude praticamente natural.

Para Carlos Augusto Roma, Gerente Nacional de Vendas da Allison Transmission: “A Série 3000 é uma transmissão ideal para projetos de energia alternativa, pois oferece uma extensa gama de recursos de hardware e software para otimizar o uso de cada partícula de gás que será convertido em mais trabalho realizado por jornada de serviço”.

A transmissão da Série 3000 que equipa o Tector GNV

Esse é um dos modelos mais versáteis da marca. Ela tem seis marchas, com duas overdrive, e colabora para proporcionar o máximo torque e potência ao veículo. Entre suas características de destaque, tem sistema de prognósticos que monitora diversos parâmetros de funcionamento, seletora de mudanças de marchas “inteligente”, opção de retarder integrado com potência de frenagem de até 600 hp (extremamente importante em veículos GNV) e uma série de recursos para economizar combustível e facilitar a operação do caminhão que vão enumerados a seguir.

Recursos que fazem a diferença das transmissões Allison

LBSS (Load Base Shift Schedule / Mapa de troca de marchas baseado na carga do veículo)  ― De forma automática faz a seleção entre modo econômico e performance, permitindo que se tenha o mapa de troca de marchas ideal para cada situação, independente da ação do motorista, podendo ser calibrado em até três níveis. Baseia-se no peso total do veículo, aliado ao torque entregue pelo motor à transmissão.

VAC (Vehicle Acceleration Control/Controle de aceleração do veículo) – Limita a aceleração do veículo via gerenciamento do torque do motor. Isto é, permite que todo o torque do motor seja entregue quando o veículo está pesado e o reduz quando o veículo está leve e este torque não é necessário.

RELS (Reduced Engine Load at Stop / Redução da carga do motor em paradas) - Ajuda a reduzir o consumo de combustível e o nível de emissões de gases em trechos de alta densidade de paradas e partidas do caminhão. O sistema reduz a carga da transmissão no motor quando o veículo está completamente parado.

PBAN (Parking Brake Auto Neutral/Neutro automático) - Com o neutro automático interligado ao freio de estacionamento, os controles eletrônicos da transmissão sabem quando comandar a posição ‘Neutro’ de forma automática sem interferência do motorista.

Funções auxiliares

Prognostics (Prognósticos) ― Calibrado para os mais específicos requisitos operacionais do veículo, os prognósticos da Allison monitoram vários parâmetros de operação do veículo: nível de óleo, vida de óleo, vida de filtros e durabilidade da transmissão determinando e alertando quando uma intervenção de serviço é necessária. Dessa forma, eliminam-se trocas desnecessárias de filtro e óleo proporcionando máxima proteção para a transmissão.

Retarder Enable (Habilitação do retarder) ― Proporciona a melhor eficiência de frenagem possível por meio de uma integração total entre o retardador da transmissão e o veículo. Controles eletrônicos dosam de maneira precisa a quantidade de potência de frenagem necessária do retardador. Integrado à transmissão, auxilia na frenagem do veículo de forma rápida, segura e com menor uso do freio de serviço.

PTO Enable (Habilitação da tomada de força) ― Comanda como e quando a tomada de força (PTO) é engrenada. Também monitora condições de operação minimizando danos potenciais do conjunto.

Auxiliary Function Range Inhibt (Função auxiliar de inibição de mudança) ― Ajuda a evitar mudanças de marchas indesejáveis em condições críticas e específicas de operação do veículo.

Range Indicator (Indicador de Mudança) ― Providencia um sinal elétrico quando a transmissão muda para uma marcha desejada.

Direct Change Enable (Permissão para mudanças diretas) ― Para salvaguardar contra mudanças de direção indesejáveis do veículo os controles eletrônicos da transmissão impedem o motorista de fazer uma mudança inadvertida de marcha. Mudar de ‘Neutro’ para ‘Drive’ ou ‘Ré’, somente se confirmado o real desejo da operação por meio do acionamento de um botão no painel, ou do uso do freio de serviço. 

nov 01, 2012

About Allison Transmission

Allison Transmission (NYSE: ALSN) is the world’s largest manufacturer of fully automatic transmissions for medium- and heavy-duty commercial vehicles and is a leader in hybrid-propulsion systems for city buses. Allison transmissions are used in a variety of applications including refuse, construction, fire, distribution, bus, motorhomes, defense and energy. Founded in 1915, the company is headquartered in Indianapolis, Indiana, USA and employs approximately 2,600 people worldwide. With a market presence in more than 80 countries, Allison has regional headquarters in the Netherlands, China and Brazil with manufacturing facilities in the U.S., Hungary and India. Allison also has approximately 1,400 independent distributor and dealer locations worldwide. For more information, visit allisontransmission.com.