A Eduric Concreteira aumenta sua produtividade em até 20% com betoneiras equipadas com Allison

Concreteira que tem caminhões automáticos em sua frota desde 2003 comprova um aumento de produtividade e rentabilidade de até 20% em suas operações

SÃO PAULO - Líder do mercado de concreto no Rio de Janeiro, a Eduric Concreteira, que opera uma frota de 15 betoneiras equipadas com transmissões Allison, acha que tomou a inciativa correta ao escolher modelos automáticos, que se mostraram mais produtivos e rentáveis do que as versões com transmissões manuais.

"Na confecção de meio fio, a betoneira com transmissão automática proporciona um rendimento 20% superior ao dos veículos manuais em volume transportado", diz Sidnei Pereira, gerente comercial da Eduric. Ambos transportam cinco metros cúbicos de concreto a cada vez, mas com o automático conseguimos fazer um trabalho mais constante e progressivo, o que garante maior produtividade por metro cúbico descarregado".

Também para o transporte de concreto as betoneiras equipadas com transmissões Allison se mostraram mais eficazes. "No uso diário, para a entrega de concreto, independente do trajeto percorrido, os automáticos são em torno de 10% mais produtivos que os caminhões manuais", diz Pereira. "Obviamente, isso tem um impacto significativo em nossos negócios, tanto no custo direto quanto nos resultados financeiros".

Além dos ganhos de produtividade, as transmissões Allison da Série 3000™ melhoraram a economia de combustível da Eduric. Apresentam consumo estável em qualquer situação de trânsito ou de condução, diferentemente das manuais que mostram variações de consumo bastante acentuadas consumindo mais do que as automáticas por tonelada de concreto transportado.

A experiência da Eduric com as automáticas Allison também inclui custos de manutenção reduzidos. "Usamos caminhões automáticos desde 2003 e não tivemos nenhum problema com nossas transmissões", disse Pereira.

Pereira também comenta o alto custo que a empresa tem com o desgaste do sistema de embreagem das transmissões manuais. "Quando utilizada na atividade de confecção do meio fio, com uma frequência de três viagens/dia ao longo de um mês com 25 dias úteis, a betoneira manual tem de trocar disco, platô e rolamento da embreagem a cada três meses. Dependendo do motorista, somos obrigados a trocar até o volante do motor. Isso significa que se tivermos que encomendar as peças o caminhão ficará parado por um dia e meio ou mais".

No que se refere às vantagens das transmissões Allison, Pereira destaca a lucratividade proporcionada para a Eduric. "Obviamente, tendo maior produtividade nós ganhamos mais dinheiro. Mas o importante é que quanto mais aumentamos nossa produtividade, mais reduzimos nosso custo fixo e mais aumentamos o nosso lucro", analisa Pereira.

mar 09, 2017

A respeito da Allison Transmission

A Allison Transmission (Símbolo na Bola de Valores de Nova York: ALSN) é a maior fabricante mundial de transmissões totalmente automáticas para veículos comerciais médios e pesados, assim como para sistemas de propulsão híbrida em ônibus urbanos. As transmissões da Allison são utilizadas em uma variedade de aplicações inclusive na coleta de lixo, na construção, no combate a incêndio, para distribuição, em ônibus e trailers, assim como na indústria de defesa e energia. Estabelecida em 1915, a empresa tem sede em Indianápolis no estado de Indiana nos Estados Unidos e emprega cerca de 2.800 pessoas em todo o mundo. Com uma presença de mercado em mais de 80 países, a Allison possui sedes regionais na Holanda, na China e no Brasil com instalações industriais nos Estados Unidos, na Hungria e na Índia. A Allison também conta com cerca de 1.400 localidades com distribuidores e revendedores independentes em todo mundo. Para obter mais informações, acesse allisontransmission.com.